Loading...
Skip to content
Educação financeira

A importância do planejamento para o bem-estar financeiro

Planejamento financeiro

 

IPCA, IGP-M, Selic... Essa sopa de letras que aparece no noticiário é fundamental para ditar os rumos da economia do país, mas será que ela é tão importante para manter o equilíbrio das finanças domésticas?

É óbvio que a inflação afeta o orçamento das famílias, assim como as taxas de juros, mas cada lar é impactado de uma maneira diferente, de acordo com os hábitos de consumo de cada família. Solteiros que vivem sozinhos, por exemplo, sentem a inflação de forma diferente de um casal com filhos.

Por isso, para manter as finanças equilibradas, não basta acompanhar os indicadores macroeconômicos, o planejamento pessoal é essencial. O primeiro passo é identificar as receitas por um período, que pode ser semanal ou mensal, e os gastos.

Escreva tudo o que consome num período típico, desconsiderando meses de férias ou festas, por exemplo. E anote a quantidade consumida de cada item e os valores pagos. Esse controle é importante para que os gastos caibam nas receitas.

Dessa forma, é possível identificar onde é possível economizar, em caso de necessidade. E, ao longo do tempo, a planilha identifica a inflação doméstica, comparando a variação de preços dos itens realmente consumidos na casa, que podem ter o consumo suspenso ou substituído.

Com o controle, é possível prever sobras para investimentos ou compras mais caras, ou identificar os itens desnecessários para abrir espaço no orçamento, facilitando a manutenção do bem-estar financeiro.


 Leia mais sobre educação financeira e previdenciária 

Fundação Petrobras de Seguridade Social - Petros - CNPJ 34.053.942/0001-50

 Rua do Ouvidor, 98, Centro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil CEP 20040-030

 Central de Relacionamento: 0800 025 35 45 e 3529-5550 (ligações de celular) - dias úteis das 8h às 20h

 Envie um e-mail