Loading...
Skip to content
Investimentos / Critérios para seleção de corretoras
Critérios para seleção de corretoras

A política de seleção de corretoras, para atuar nos segmentos de renda fixa e variável, privilegiam a operação com empresas de excelência comprovada, para apoiar a Fundação nas operações e na geração de informações que subsidiem a tomada de decisão na área de investimentos. Recentemente, as regras das políticas de seleção de corretoras foram aperfeiçoadas, no sentido de reforçar a governança: houve ampliação da equipe técnica que participa dos processos de seleção, unificação dos processos de seleção que antes eram segregados em Renda Fixa e Renda Variável e foi desenvolvida uma ferramenta que garante o sigilo absoluto do voto de cada avaliador. Ao final do processo que ocorre semestralmente são selecionadas 17 corretoras, sendo 10 do tipo Research e 7 do tipo Discount.

As corretoras do tipo Research produzem relatórios de análises de empresas, setores, mercado e cenário macroeconômico, recomendam alocação de recursos e executam decisões de compra e venda de ações em Bolsa. A partir do cruzamento das análises produzidas pelas corretoras com relatórios elaborados pela equipe técnica interna e a troca de ideias com os gestores terceirizados, a Fundação reúne subsídios para decidir, por exemplo, o melhor momento para entrar ou sair de determinado investimento.

As corretoras do tipo Discount tem um viés mais operacional e apresentam custos operacionais mais baixos quando comparados com as corretoras do tipo Research.

Para serem habilitadas, as candidatas passam por uma etapa classificatória, em que são avaliadas de forma qualitativa pela equipe técnica da Petros e ranqueadas com base nos seguintes critérios: agilidade operacional, qualidade das análises setoriais e macroeconômicas do mercado local e global, qualidade e disponibilidade da equipe responsável pelas análises (estrategistas, economistas e analistas), entre outros atributos fundamentais para apoiar a Fundação na gestão da carteira.

Além da avaliação qualitativa as corretoras passam por uma avaliação quantitativa com base em informações públicas que leva em consideração o volume negociado por cada corretora em títulos públicos e derivativos.

Na última etapa, as corretoras classificadas passam pelo crivo do Comitê de Alocação (COMALOC), órgão composto por analistas, gestores e o Diretor de Investimentos da Fundação.

As corretoras que foram selecionadas para o período de agosto a dezembro de 2021:

Research
Santander
XP
Itaú
BTG Pactual
Bradesco
Morgan Stanley
Merrill Lynch
J.P. Morgan
UBS Brasil
Goldman
Discount
Renascença DTVM Ltda
Tullett Prebon Brasil CVC Ltda
Ativa Investimentos S/A CTCV
BGC Liquidez DTVM Ltda
Necton Investimentos S/A CVMC
CM Capital Markets CCTVM Ltda
Genial

 

Fundação Petrobras de Seguridade Social - Petros - CNPJ 34.053.942/0001-50

 Rua do Ouvidor, 98, Centro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil CEP 20040-030

 Central de Relacionamento: 0800 025 35 45 e 3529-5550 (ligações de celular) - dias úteis das 8h às 20h

 Envie um e-mail