Loading...
Skip to content
Atalhos / Educação Financeira
Educação financeira

Confira como evitar excesso de gastos no Natal

Educação financeira - Imagem de um Shopping Center com decoração natalina

Dezembro já chegou e junto com ele as tentações de compras de Natal e gastos com eventos que acabam colocando o orçamento doméstico em risco. É verdade que o mês traz também o décimo terceiro salário. Só que mesmo com esse dinheiro extra muitos acabam gastando mais do que devem (e podem), e começam o ano seguinte com as contas no vermelho. Com os gastos típicos do início do ano – como pagamento de IPTU e IPVA e matrícula em escola –, o descontrole financeiro se agrava.

A primeira atitude importante para evitar exageros de consumo nesta época do ano é planejamento. Antes de qualquer coisa, é preciso saber quanto se pode gastar. Faça as contas e separe os recursos necessários para pagar eventuais dívidas e compromissos financeiros já previstos, como os gastos de janeiro e fevereiro. Estabeleça um limite máximo de gastos e respeite seu orçamento. Os gastos devem se adequar ao seu orçamento e não o contrário.

Em seguida, faça listas. Antes de se empolgar com novidades, presentes encantadores ou decorações diferentes, coloque no papel (ou no celular) as pessoas que quer presentear, os ingredientes para as ceias de Natal e de Ano Novo, o que pretende usar para decorar a casa e os eventos para os quais foi convidado e terá que pagar. As listas já devem ter uma estimativa de orçamento próprio para cada item. Gaste um pouco de tempo para pensar em cada um de sua lista.

Aproveite o que conseguir de anos anteriores: a decoração pode ser reaproveitada, assim como louças temáticas. É possível também adaptar itens que não são temáticos para usar nesta época. Fitas de tecido podem ajudar a compor o clima natalino na decoração. Além disso, ao ser convidado para as confraternizações, calcule de antemão quanto pode gastar em cada evento.

Cuidado com desperdício na ceia

Com a lista e o orçamento na mão, comece a pesquisar itens e preços. Lembre que nem sempre preço maior garante qualidade melhor. Além disso, os presentes não são medidos pelo valor, mas pelo que representam para as pessoas: recorra a presentes criativos. Pesquise também os preços nos sites, que costumam ser mais baratos, e compre em tempo hábil para as entregas. Além disso, tente negociar nas lojas se comprar em quantidade.

No caso dos itens para a ceia, calcule exatamente as quantidades para evitar desperdício. E combine com família e amigos para dividir os custos, seja cada um levando seu prato e bebida ou dividindo a conta do supermercado. Ao dividir a organização e os custos, é possível vivenciar na prática o espírito de união que deve ser a principal marca deste período.

Para evitar preços altos, além de muito estresse, antecipe suas compras. Os produtos mais em conta são os primeiros a acabar nas lojas e nos supermercados. Quem deixa para a última hora acaba gastando mais e ficando sem escolha. Quem não comprou algum item na véspera do Natal sem estar completamente feliz com o presente? Quem acabou decidindo por um presente mais caro porque já tinha perdido a paciência após horas nos corredores de um shopping? Feiras com pequenos produtores podem ser uma opção para fugir de centros comerciais cheios.

Por fim, muitos gostam de passar as festas com roupas novas, especialmente na virada do Ano Novo. Por isso, os gastos com figurino devem ser incluídos como parte do orçamento do fim do ano. Se não der para renovar o guarda-roupa, não se preocupe. Mais importante do que uma roupa nova é um Ano Novo financeiramente equilibrado.

 

Veja quatro dicas para aproveitar o Natal com controle no orçamento

  1. Planejamento: estabeleça o limite máximo de gastos
  2. Listas: prepare listas com os itens que precisa comprar (presentes, ingredientes para a ceia e gastos com eventos) e uma estimativa de orçamento para cada item
  3. Pesquisa: pesquise itens e preços de suas listas. O valor do presente não é medido pelo seu preço nem itens mais caros são garantia de qualidade melhor
  4. Não deixe para a última hora: quem compra na correria acaba gasta mais e ficando sem escolha. Programe-se para comprar o que precisa com antecedência

 

Leia também

Confira como evitar excesso de gastos no Natal

Cheque especial: crédito fácil, mas a um preço alto

Confira os cuidados ao pedir um empréstimo consignado

Como economizar com medicamentos e evitar excessos na farmácia

Já pensou em trocar uma dívida mais cara por outra mais barata?

Saia das férias de julho com as finanças em dia

Renda e despesa: você sabe identificá-las?

Como acompanhar o orçamento mensal

Você conhece a Calculadora do Cidadão?

 

Fundação Petrobras de Seguridade Social - Petros - CNPJ 34.053.942/0001-50

 Rua do Ouvidor, 98, Centro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil CEP 20040-030

 Central de Relacionamento: 0800 025 35 45 (dias úteis das 8h às 19h)

 Envie um e-mail