Loading...
Skip to content
Atalhos / Educação Financeira
Educação financeira

Como acompanhar o orçamento mensal

Educação financeira - Mesa com teclado de computador, calculadora, planilha, caneta e vaso de planta

Ter uma ideia de quanto se ganha e de quanto se gasta não é suficiente para quem pretende fazer um planejamento financeiro. É preciso fazer um levantamento detalhado de suas receitas e gastos. Só assim é possível identificar gastos desnecessários, enxugar despesas, encontrar alternativas que ajudem a sanear as finanças. E a melhor maneira de fazer este acompanhamento é montando uma planilha de finanças pessoais. Muitos modelos estão disponíveis para download na internet. A da BM&F Bovespa é gratuita e está disponível aqui. Se você preferir, monte sua própria planilha.

Anote todas as fontes de receita e todos os gastos, dos fixos e mais significativos às pequenas despesas eventuais. Guarde notas fiscais e comprovantes de pagamento. Eles serão úteis na hora de preencher sua planilha, evitando que você esqueça algo.

Gastos futuros também são importantes e devem ser anotados. Aí entram presentes, especialmente para datas especiais e despesas como IPTU e IPVA. Investimentos também precisam ser listados. Neste caso, registre este tipo de depósito no início da planilha para ajudar a tornar isso um hábito e não algo que acontece apenas quando sobra algum dinheiro.

A planilha deve ser abastecida diariamente. Analisá-la permitirá identificar onde é possível melhorar suas finanças. E algumas perguntas podem ajudar a diagnosticar o que pode ser alterado.

  • Gasto mais do que ganho?
  • Qual é a minha maior despesa?
  • Gasto mal o meu dinheiro? Com o quê?
  • Os gastos eventuais representam quanto de minha renda?
  • Posso reduzir as despesas? Onde?
  • Posso reduzir os gastos com lazer (cinema, restaurante, show)?
  • Tenho tempo de ver televisão? A quantos canais de TV por assinatura assisto? Pago por quantos?
  • Gasto demais com presentes?
  • Compro em liquidações só porque está mais barato, mesmo se não preciso do produto?
  • Desperdiço energia elétrica?
  • Gasto demais com telefone? Posso trocar o plano por um mais adequado às minhas necessidades?
  • Posso optar por um pacote bancário com tarifas menores?
  • Quanto gasto mensalmente com cartão de crédito? Qual é o percentual deste gasto em relação a minha renda?
  • Poupo algum dinheiro no mês? Quanto?
  • Tenho uma reserva de emergência?

Se você gasta mais do que ganha, é preciso agir já. Agir de forma radical e cortar muitos gastos de uma só vez pode não ser uma atitude sustentável no longo prazo. A não ser, é claro, se as suas finanças estiverem muito no vermelho. Diminuir a frequência de alguns gastos, alterando rotinas e aprendendo a gastar melhor e de maneira consciente é o caminho mais eficaz para uma mudança permanente.

 

Leia também

Renda e despesa: você sabe identificá-las?

Você conhece a Calculadora do Cidadão?

 

Fundação Petrobras de Seguridade Social - Petros - CNPJ 34.053.942/0001-50

 Rua do Ouvidor, 98, Centro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil CEP 20040-030

 Central de Relacionamento: 0800 025 35 45 (dias úteis das 8h às 19h)

 Envie um e-mail