Loading...
Skip to content
Empréstimos
Empréstimos
Empréstimos


A Petros oferece empréstimo a participantes de alguns de seus planos, entre eles PP-2, PP-3, PPSP-R Pré-70, PPSP-NR Pré-70, PPSP-R e PPSP-NR. Esse financiamento tem taxas de juros mais baixas do que outras modalidades de crédito porque o pagamento é garantido pelo desconto diretamente no contracheque.

Juros

Os juros mensais variam. Para PPSP-R, PPSP-NR, PP-2 e PP-3, os juros são de 0,59% mais correção pelo IPCA. Para os planos de contribuição definida (FiepPrev, IBPPrev, PTAPrev e TermoPrev) os juros são de 1,30% ao mês. Já para o Sanasa, a taxa é de 0,65% ao mês mais correção pelo INPC.

Valor máximo

O valor máximo do empréstimo é o que foi acumulado pelo participante, limitado a R$ 179.497,71, exceto o Plano Misto Sanasa, que possui o limite de R$ 110.000,00. Neste valor, está incluído apenas o que é pago pelo participante. Os depósitos feitos pela patrocinadora não entram nessa conta.

Margem consignável

O empréstimo Petros está na categoria consignado, com desconto no contracheque. Os empréstimos com desconto em folha concedidos a aposentados e pensionistas são calculados com base apenas no benefício Petros, sem levar em conta a quantia que esses participantes recebem do INSS. Existem duas formas de calcular a margem consignável: 30% da remuneração disponível após os descontos oficiais – ou seja, o valor que sobra após descontar Imposto de Renda e decisões judiciais, como pensão alimentícia – ou 40% da remuneração restante após todos os descontos – nesse caso, é preciso considerar também mensalidade de planos de saúde, clubes e associações, benefício farmácia, ou qualquer outro desconto feito diretamente na folha de pagamento. A instituição que concede o empréstimo consignado deve calcular a margem consignável das duas formas possíveis e aplicar aquela que resultar numa margem menor. O objetivo é evitar o endividamento excessivo, que comprometa a capacidade financeira das pessoas.

Prazo de pagamento

O prazo de pagamento do empréstimo é de até 120 meses, ou seja, dez anos, dependendo do plano e da idade do participante ou do assistido. As 12 primeiras prestações são fixas e as demais geralmente são decrescentes, dependendo da variação do IPCA (planos BD, PP-2 e PP-3) ou do INPC (Plano Misto Sanasa), pois possuem correção monetária vinculado aos contratos de empréstimos.

 

  • Perguntas e Respostas

    PP-2, PP-3, PPSP-R Pré-70, PPSP-NR Pré-70, PPSP-R e PPSP-NR

    Como e onde pedir o empréstimo?
    É prático e sem burocracia. Acesse a  Área do Participante e clique no ícone Empréstimo.

    Quem pode pedir o empréstimo?
    Participantes ativos e assistidos do PP-2, PP-3, PPSP-R Pré-70, PPSP-NR Pré-70, PPSP-R e PPSP-NR. Se você integra outro plano, acesse a Área do Participante para verificar se você tem acesso ao empréstimo Petros e as condições do crédito consignado. Se você integra outro plano, acesse a Área do Participante para verificar se você tem acesso ao empréstimo Petros e as condições do crédito consignado.

    Qual é o valor máximo emprestado pela Petros?
    O valor máximo é a reserva do participante ou o teto de R$ 179.497,71.

    O que é a reserva?
    É o montante acumulado pelo participante na Fundação. Neste valor, está incluído apenas o que é aportado pelo participante. Os depósitos feitos pela patrocinadora não entram nessa conta. Somente participantes ativos têm reserva.

    Quais são os juros cobrados?
    Os juros são de 0,59% + IPCA (com defasagem de dois meses, pois o IBGE divulga o índice também com defasagem).

    Qual é o prazo máximo de pagamento?
    Até 120 meses, mas o prazo é atrelado à tabua atuarial da Petros. Ou seja, pode variar de acordo com a idade do participante.

    Qual é o limite máximo de desconto no contracheque?
    Existem duas formas de se calcular a margem consignável: 30% da remuneração disponível após os descontos oficiais – ou seja, o valor que sobra após descontar INSS, IR e decisões judiciais, como pensão alimentícia – ou 40% da remuneração restante após todos os descontos – neste caso, é preciso considerar também mensalidade de planos de saúde, clubes e associações, plano de saúde, benefício farmácia, ou qualquer outro desconto feito diretamente na folha de pagamento. A instituição que concede o empréstimo consignado deve calcular a margem consignável das duas formas possíveis e aplicar aquela que resultar numa margem menor. O objetivo é evitar o endividamento excessivo, que comprometa a capacidade financeira das pessoas. Os empréstimos com desconto em folha concedidos a aposentados e pensionistas são calculados com base apenas no benefício Petros, sem levar em conta a quantia que esses participantes recebem do INSS.

    Posso contratar um empréstimo superior ao valor da minha margem consignável?
    Não. A margem consignável deve cumprir o que determinam as regras estabelecidas pela Lei 10.820/2003.

    As parcelas mensais são fixas?
    As 12 primeiras parcelas são fixas. As demais variam de acordo com o IPCA, mas tendem a ser decrescentes, porque, à medida que a dívida vai sendo paga, o montante sobre o qual incidem os juros e a correção pelo IPCA fica menor, e a prestação também cai.

    Essas taxas de juros representam todo o gasto com empréstimo?
    Não. Sobre o montante emprestado ainda há taxa mensal de administração, de 0,25% (no Plano Misto Sanasa, a taxa é de 0,68%), e seguros, que variam de acordo com o plano e o tipo de empréstimo (dentro ou fora da reserva). O custo efetivo total (CET) do empréstimo segue a tabela abaixo:

    CUSTO EFETIVO TOTAL (CET) ao mês
    PPSP-R e PPSP-NR 0,90% + IPCA
    PPSP-R Pré-70 e PPSP-NR Pré-70 0,90% + IPCA
    PP-2 0,78% + IPCA
    PP-3 0,90% + IPCA

    Como é calculado o IPCA que incide mensalmente sobre as parcelas?
    A correção muda todo o mês e utiliza a inflação oficial, o IPCA, divulgada pelo IBGE. A taxa usada no mês de cobrança refere-se à inflação de dois meses antes. Na prestação de dezembro, por exemplo, é usado o IPCA de outubro.

    Em quanto tempo o empréstimo é liberado?
    O crédito ocorrerá quatro dias após a solicitação do empréstimo.

    Todos os planos da Petros têm as mesmas condições de empréstimo?
    Não. As condições aqui citadas referem-se a PP-2, PP-3, PPSP-R Pré-70, PPSP-NR Pré-70, PPSP-R e PPSP-NR. Para conhecer as condições de crédito de outros planos, acesse a Área do Participante ou entre em contato com o "Fale conosco" ou chat online, pelo Portal Petros ou pelo app. Se preferir, ligue para a Central de Relacionamento - 0800 025 35 45 e (21) 3529-5550, para ligações pelo celular -, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h.

     

  • Solicitar Empréstimo

    O empréstimo consignado da Petros tem uma das menores taxas do mercado. Para solicitar seu crédito, acesse a Área do Participante e clique no ícone Empréstimo.