Loading...
Skip to content
Empréstimos
Empréstimos
Empréstimos


A Petros oferece empréstimo a participantes de alguns de seus planos, entre eles PP-2, PPSP-R Pré-70, PPSP-NR Pré-70, PPSP-R e PPSP-NR. Esse financiamento tem taxas de juros mais baixas do que outras modalidades de crédito porque o pagamento é garantido pelo desconto diretamente no contracheque.

Juros

Os juros mensais variam. Para PPSP-R, PPSP-NR e PP-2, os juros são de 0,59% mais correção pelo IPCA. Para os planos de contribuição definida (FiepPrev, IBPPrev, PTAPrev e TermoPrev) os juros são de 1,30% ao mês. Já para o Sanasa, a taxa é de 0,65% ao mês mais correção pelo INPC.

Valor máximo

O valor máximo do empréstimo é o que foi acumulado pelo participante, limitado a R$ 179.497,71, exceto o Plano Misto Sanasa, que possui o limite de R$ 110.000,00. Neste valor, está incluído apenas o que é pago pelo participante. Os depósitos feitos pela patrocinadora não entram nessa conta.

Margem consignável

O empréstimo Petros está na categoria consignado, com desconto no contracheque. Os empréstimos com desconto em folha concedidos a aposentados e pensionistas são calculados com base apenas no benefício Petros, sem levar em conta a quantia que esses participantes recebem do INSS. Existem duas formas de calcular a margem consignável: 30% da remuneração disponível após os descontos oficiais – ou seja, o valor que sobra após descontar Imposto de Renda e decisões judiciais, como pensão alimentícia – ou 40% da remuneração restante após todos os descontos – nesse caso, é preciso considerar também mensalidade de planos de saúde, clubes e associações, benefício farmácia, ou qualquer outro desconto feito diretamente na folha de pagamento. A instituição que concede o empréstimo consignado deve calcular a margem consign